segunda-feira, 13 de abril de 2009

Na terra dos chatos metidos

Parque Barigui, Curitiba, bom né?


Preparando as putas malas de sempre, quinta cedinho viajo pra tirar uma semana merecida de descanso! Rever amigos, parentes, curtir o friozinho e estrear as roupas novas. Comer na feirinha da praça da Ucrânia, Zara do Barigui, rua XV, instituto Goethe, teatro, baladas, barzinhos e mta mta risada!

Vou deixar um lindo texto da minha amiga blogueira, Tempestade, que mantem esse ótimo blog que não passo um dia sem visitar.

Eu sei mas ainda estou aprendendo
por
Letícia Alves

Eu sei que mesmo que você não esteja aqui, um dia já esteve...
Também sei que os meus pensamentos sempre foram seus, mesmo que por tão pouco tempo, mas que para nós foi uma eternidade. Escolhas são dolorosas mas necessárias. Entre escolher esperar, estar com você ou renunciar esse amor - único, singular, leal e verdadeiro - escolhi a renúncia. Difícil decisão, dolorosa, sangrenta mas no momento talvez seja a mais correta. Digo talvez, por que nada na vida é definitivo. Tudo torna-se tão fulgaz e passageiro, e por que tantas discussões, esperas infundadas, caminhos interrompidos? Hoje o vento sopra feito brisa, mas amanhã pode vir uma tempestade que mudará todo o rumo que até então era tão certo, tão fixo, tão previsível. E após várias ventanias, quando ela se vai, fica-se os estragos, mas também os cacos. Muita das vezes reconstruir é mais complexo, demorado e delicado do que simplesmente manter. A manutenção do amor também é assim. É mais viável, menos doloroso e traumático regar uma relação diariamente, pouco a pouco, aparando arestas, indicando novos caminhos, dividindo preocupações, somando companheirismo. Reconstruir depois de uma tempestade é mais demorado, demanda mais esforço, é mais desgastante, e ao fim os cacos não se encaixam e não mostram um conjunto harmonioso. Nota-se então um mosaico, mas não um que seja lindo, colorido e permanente, mas um frágil, que uma simples brisa que alenta o coração pode destruí-lo para que nunca mais volte a se erguer. Novamente entram as escolhas que fizemos e que sempre faremos ao longo de nossas vidas. Amanhã pode ser muito tarde para escolher novamente. Tente sempre fazer a mais acertada das escolhas sempre, mesmo com nossas falhas humanas.

Voltaremos as atividades normais em breve, ah, e se hoje é o dia mundial do beijo.

3 comentários:

Tempestade disse...

Não conheço esse livro hehehe
Vou procurar saber!
Beijos Tempestuosos e boa viagem!

Bruno disse...

Pooo...que saudade de curitiba. Saudade do Barigui..do Jardim Botânico, da Praça do Japão...dos amigos e amigas....ê saudade boa. hehehe

Boa viagem, Sarah : )

Crisenta disse...

Li esse texto no blog da Tempestada, adoroo la tbm =)

Bem boa viagem pra vc e aproveite mto =)

Beijos

Related Posts with Thumbnails