segunda-feira, 14 de junho de 2010

A mulher e a satisfação



Já ouvi várias vezes e sou indagada sobre como sou felizarda e abençoada, que minha satisfação pessoal deve ser gigante. Normal, sei que minha luta pessoal é mesmo curiosa. Mas porque aos nossos olhos, a vitoria do outro, as conquistas do outro, são simples e fáceis? Claro, não dói na nossa pele, a pimenta no olho do outro, é refresco pra mim (mintchira!) Agora o que seria satisfação? Não seria ela uma espécie de conformismo?

Creio que sim. Acho que nunca devemos estar plenamente satisfeitos com algo, ou relaxarmos e deixarmos de dar devido valor ao esforço tido, a gana empenhada, acho que é preciso sempre estar atento e valorizando, cada passo a frente (e até mesmo os para trás).

Ai você me diz "mas você nunca ta satisfeita com nada então?", pois então, engano seu, claro que há satisfação, mas não a soberba do "acabou, nunca mais", cada dia é um dia novo, como novos desafios, muitos já vencidos (o peito, as cirurgias, a justiça...) mas muitos ali, no horizonte, novinhos e certamente serão vencidos muitos e surgirão outros tanto.porque virando a esquina da vida, vem um novo desafio, por vezes mais espinhoso.

Se pessoalmente venci muitas batalhas, certamente outros tantos venceram as suas, e porque a minha seria diferente ou com um gosto melhor ou mais satisfatoria? Não estou desmerecendo, de forma nenhuma, é apenas a consciência e o pé no chão, que tantas vezes me faltou, mas que a custo, venho conquistando.

Para voce que se pergunta, deixo claro, não acredite no conto de fadas e nas historias dos irmãos green, eles não sabiam o que diziam rsrs, a vida é essa, etapa atrás de etapa, e ai está a graça! Traçar a meta, batalhar, se ralar toda, cair, levantar e depois alcançar, este gosto, na boca, do prazer de 'conquista', ninguém tira, ninguém copia e não há o que iguale.

Que papo mais de livro-de-auto-ajuda, deosmeo! Esse blog está ficando serio demais! rs

Fica a dica para quem me perguntou, quando a gente acha que sabe todas as respostas, vem a Vida e muda todas as perguntas.

Bom frio procês nesse mês junino, de quentão, de quadrilha e de trancinha! (das boas).

4 comentários:

Renée Samora disse...

Oi querida
saudade dos seus coments..
fechei o blog só para convidados, se vc ainda quiser le-lo, me mande um e-mail ok?!

e as coisas para seu casorio como vao?
para o meu tudo ok!lista pronta, cartorio ok, igreja idem.

Bjoks

Lucius disse...

Oi Sarah, interessante seu post... de fato depois que tudo acaba ficando nos seus "devidos" lugares, há quem pense que nada mais a ser feito... ledo engano... para as meninas por exemplo, podem achar que "tudo mudará" no dia seguinte de sua CRS.... mas a gente sabe como é... já se foram os 6 anos de tratamento... no meu caso... seu oposto... enfim... como dizia Elis Regina: " vivendo e aprendendo a jogar, nem sempre ganhando, nem sempre perdendo, mas aprendendo a jogar." Excelente blog. Parabéns !
Escrevo em um blog com uma proposta parecida com a sua... te convido a ler e emitir suas opiniões... um abraço. http://trans-pessoa.blogspot.com/

Laura disse...

Eu acho que parece mais satisfatória pq tuas lutas foram mais difíceis. A gente sente que quanto mais se batalhou por algo, mais satisfeitos vamos ficar. E isso não parece nem um pouco simples, pelo menos pra quem acompanha teu blog, sabe que foi tudo bem suado. Mas tu ta certa, não vale se conformar, depois de realizar alguns sonhos, sempre temos que ter outros e continuar buscando realiza-los, senão a vida perde a graça.

Beijos

Bruno disse...

Vim aqui só pra deixar um oi e um beijo.
Saudade de papear com vc, Sarinha :)
...
Cuide-se, hein..

beijão!


Ah! Curti o layout novo :)

Related Posts with Thumbnails