quarta-feira, 17 de março de 2010

Vilãs da vida real

Não vejo maldade nas pessoas, acho e acredito sempre no lado bom de cada um. Acho que já até falei sobre isso aqui.

Não que eu seja A boazinha, a fernanda-do-bbb da vida real. Claro que nao, eu tenho la meus momentos, se alguem me provocar onde-dói, sei me defender, mas a minha índole, meu instinto e minha alma, exala boas coisas, diferente de alguns.

Tinha uma 'colega' de colégio, que meio burrinha, colou em mim após perceber que ia bem nas matérias. Eu na inocencia, fiquei encantada por ela, no alto do seu pedestal (que depois se revelou ser de papelão, somente de aparencia), queria minha 'amizade'. Puro interesse. Demorei pra perceber, varias pessoas tentaram me abrir os olhos, mas ela conseguiu me enrrolar por alguns anos. Até uns 4 anos atrás termos discutido e paramos de nos falar. Por ela ser má, e até certos pontos, venenosa, tenho receio de cruzar com ela no mundo afora. Com minha sindrome do bullying, do medo de ser exposta, ando tendo sonhos (pesadelos) terríveis de ser 'desmascarada' por esta víbora na faculdade. Sem-pé-nem-cabeça, MAS, como Freud diria (e nisso a Anna Oh pode até me corrigir se eu tiver errada rs) são realização de desejos ou de pavores. Neste caso, pavor.

Ver minha vida devassada e exposta na faculdade, a do noivo, ser mais uma vez apontada e vista como 'alien', que Deus me proteja, da inveja alheia, das linguas maldosas, das pessoas que tem prazer no mal, aquelas que não são como eu, que acreditam sempre no bem, na parte boa.

Posso estar me repetindo, pode ser tolice, pode ser tudo que qualquer um quiser pensar, mas eu vou morrer inconformada com as pessoas maldosas. Portanto, se voce é ingenua igual a mim, abra os olhos, veja maldade sim, porque ela existe!

Tal qual Alba (Jaqueline Andere), que infernizou a Maria (Victoria Ruffo) em "A Madrasta", Jaqueline é a campeã de vilãs nas novelas mexicanas.

5 comentários:

Renée Samora disse...

Olá minha querida amiga virtual,
amooo seu jeito unico de escrever, me identifico muito com algumas coisas que vc conta....e como diria minha mae, tenho a sindrome das amigas mas e interesseiras, parece que atraio esse povo, hj ja identifico as que sao assim, mas ja sofri muito com isso, hj me amo e sei me cuidar muito bem, e tenho amigas verdadeiras e leais, mas é realmente dificil nao pensar nas situaçoes ruins que ja passamos por conta de pessoas assim.
o meu problema sempre foi o peso e a cor da pele (o meu nao, o problema dos outros, pq eu sou linda!rs).se vc me ver nao diz que sou gorda, mas sempre fui taxada como tal e muito humilhada por isso, algumas vezes discriminada pea cor da pele..mas hj ja passei disso e só desejo que meus filhos nao sofram isso na escola tbm....

mas nos somos ingenuas mesmo viu querida, minha mae diz que pessoas boas sao assim....acreditam na bondade ate onde ela custa a existir.

bjoks

Bruno disse...

Ei, Sarinha. Como tá?
Bom, é aquilo que eu já te falei um monte de vezes ... relaxa e tenta desencanar desse seu passado sombrio. Sei que te assombra - e com motivos -, mas não se deixe abater. Nessa hora essa guria ai deve estar BEM longe e passando algum perrengue .... coisa que gente como ela tem que passar.

bom, é isso.
vim aqui só deixar um beijo e reclamar que vc não me manda mais e-mail. hahaa

beijo

fui!

Renée Samora disse...

O minha amiga,
vc nao existe sabia!!
carinho de amiga assim tao distante, somente via monitores é quase irreal nos dias de hj, mas a cada dia tenho mais carinho por vc, e sinto como se te conhecesse a anos...

Sobre meu cha, o noivo nao estar por aki, por isso sera somente cha de panelas mesmo....mas as madrinhas maluquinhas estao pirando nos preparativos, vai ser tudo de maravilhoso tenho certeza, e pode deixar que depois mostro as fotos....

ja enviei o e-mail, espero que possamos conversar por e-mails tbm...

bjoks querida

Karen disse...

Olha que até a Fernanda do BBB tá se revelando, heim? dhaisoa

Todo mundo tem um lado bom e um ruim. Alguns, mais aflorados, então..

É bom estar sempre de olhos abertos e pés no chão.

=)

Anna Oh! disse...

Floooor, te dou razão e ao Freud tb.
Falando no bullying virtual (em off), eu dei uma entrevista pra Época http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI127746-15228,00-QUANDO+A+BRINCADEIRA+DEIXA+DE+SER+DIVERTIDA.html
tô chique, mas passei um aperto do cão.

Po, mas essa menina ta na msm facul q vc??? Eh karma??? Afff...
Chuta da escada, seja má... MWHAHAHAHAAHAHAH

Besos!

Related Posts with Thumbnails