quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Carta de mim, ao meu eu do passado


Se você tivesse a chance de mandar uma carta ao seu eu do passado, o que escreveria?

"Olá Sarah de 1999,
escrevo para te alertar sobre algumas coisas e para te tranquilizar sobre outras, atente-se aos meus conselhos, podem poupar algumas (muitas) lágrimas. Primeiro, realmente se apegue a Deus e a seus pais, você está certa quanto a isso, a vontade de se rebelar contra Ele, é normal, todo mundo passa por isso em algum momento da vida, ainda mais com esse problemão que foi nascer, "por quê comigo?" sei que nos perguntamos isso várias vezes, "por quê não nasci uma mulher normal, como tantas por aí?" , não reze mais para morrer nem para ter câncer, isso vem do medo, do desespero e de não querer magoar papai nem mamãe. Ainda bem que Deus é bondoso e não ouviu esses desaforos.

Desista do vestibular de jornalismo, não é o que você quer, é bobeira, você vai se decepcionar, não vai estudar enquanto estiver em transição e só vai tirar você do seu foco. Realmente se dedique ao inglês, ao alemão, ao italiano e sabe essa sua vontade de cozinhar e de aprender receitas? Isso pode te render uma bela profissão no futuro, ou também informática, é, apesar de não ter computador ainda vai se tornar boa com ele (sem fazer curso algum, o que é ainda melhor).

Quanto as amizades, esqueça a C, a I, a Bombom... a primeira vai trair sua confiança, vai contar seu segredo pra todo mundo e falar mal de você pelas costas; a segunda não vai aceitar sua transição, provavelmente pq ela era apaixonada por esse corpo que voce nao gosta, e vai se afastar de você; a bombom, essa se perderá no mundo, nem sei do seu paradeiro. Mas sabe a Má? a Kate? o Rafa? o Bruno? Bom, nesses você pode entregar sua vida, seus segredos, seus medos e aflições, eles te amam de verdade, sao amizades que serão muito importantes neste longo caminho. Também surgirão novos amigos (e não menos importantes), mas não vou dizer o nome deles, para que não fique esperando por eles e sim para que os conquiste naturalmente.

O coração? Esse confuso e solitário coração? O Thiago você esquece, é coisa de escola, você vai achar ele feio quando se tornar eu. O Fernando, esse também, só vai te fazer sofrer, só vai te dar dor de cabeça e não vai valer a pena. O Gustavo, esse eu adoro até hoje sabe? Queria ter a amizade dele, mas acabamos perdendo contato, sei que ele mora na capital e está namorando firme a anos; O E.. (nao vou dizer o nome dele pelos mesmos motivos que não disse dos amigos) esse vai ser a primeira grande paixão da sua vida, uma coisa totalmente irreal, virtual, cheia de mentiras, cheia de sofrimento, mas com sentimentos verdadeiros, tanto que até hoje, anos depois, ainda lembro com carinho dele, e não se preocupe, eu já escrevi uma carta e pedi perdão por todo mal que você vai fazer a ele; Depois tem o José, ai ai ai, que coisa, não é Sarah? Sai fora; O L, se perderá no caminho da vida, mas ironicamente assim quis o destino!Finalmente, virá o C... (não preciso dizer pq não falei o nome né?), esse o primeiro homem da sua vida, seu primeiro amor, aquele que vai te marcar, e te trazer tudo de bom e feliz.
Não falei ainda quando você realizará seu grande sonho né? Calma, vai dar certo, sabe aquele pensamento que você acha bobo, mas têm? Que 87 foi um ano bom e 97 tb? Então, você não está sendo tão boba assim, 2007 vai ser o seu ano, e espero que a Anna de 2017 nos confirme isso. Não perca tempo se tratando na Gendercare, ali vai ser só seu trampolim, mas não invista ali, você perderá um tempo precioso, no maximo seis meses ok? Não tenha vergonha de comprar sapatos, calçar 41 nos dias de hoje não é o fim do mundo, muito menos de ter quase 1m80. Você vai passear na Europa em breve, vai adorar, vai ser muito importante pra você, vai voltar com outra mentalidade, acho que com a base da minha mentalidade de hoje. Não chore tanto, não tem necessidade, você está fazendo tudo certo, siga seu coração.

Vou encerrando por aqui, espero que você tenha ficado feliz com minha carta, tentei resumir ao máximo os acontecimentos desses anos todos e não pense que eu já tenho tudo que você almeja. Ainda não tenho um carro, nem um emprego legal, nem uma faculdade interessante (sim, relações internacionais você vai trancar)... Ta, não se estresse dona leonina, me fuzilando com esses olhos: "Que diabos você fez nesses 9 anos então?" ora bolas, eu finalmente consegui o que você mais queria, nos tornei Sarah.

Força e paz,
beijos
Sarah de 2008 (qse 2009)"


Foto: Kate Winslet, atriz britânica, uma das minhas atrizes prediletas, injustiçada por ter sido indicada a cinco Oscar e não ter ganho nenhum.

4 comentários:

ed disse...

Então linda, vc sempre surpreendendo e me encantando com suas idéias... esta carta é mais uma criação maravilhosa desta cabeça incrível... é por isto tb que te adoro, e nossa amizade sempre estará viva, independente de onde esteja cada um...
Beijooooooooooooooooo

paula davies disse...

ei! bem vinda ao blog!

gostei de vir aqui tb, inclusive assisti aos docs lá embaixo...achei comovente os pais que falaram "faça o que o coração de seu filho mandar", porque é tão verdade, e é tão simples... porque não né, porque exigir coisas absurdas...

bom, beijo!

Français disse...

Gosto quando vc escreve esses textos mais pessoais e subjetivos.

bjs!

Daiane Braghin disse...

Olá, Sarah.
Tem uma música que fala sobre isto.
Se chama "Letter to me", do Brad Paisley.
Tem no Youtube. =D

Related Posts with Thumbnails