quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Va Fa Napoli!


Não sei como alguns parentes ainda conseguem se referir a mim como "ele" ou "dele" ou usando o nome antigo "Michel". Eu levo na boa, dou uma risadinha "acontece" e finjo que nao é comigo, ou simplesmente ignoro, principalmente se for em público. Meus pais, minha irmã, cunhado, até meus avós, já se adaptaram ao Sarah sem maiores problemas e hoje em dia é raro (raríssimo) que alguém no meu núcleo íntimo troque as bolas.

Agora, tem os q "provocam", que parecem fazer de propósito. Sinto isso em específico com um dos irmãos do meu pai, que tem dois filhos homens, varões e é todo machão. Ele me trata bem, mas (sempre tem um "mas"), ele e minha tia só me chamam pelo nome masculino, que nao se acostumam, que nao conseguem... oi? Eu sou um baita mulherão de 1m80, com peito (pouco, mas tenho rs) e ficar me chamando de "Michel" não ta com nada. O que faço? Ignoro, cortei da convivência, raramente tenho contato com eles, mas não deixa de ser desagradável.

Não peço, nem quero que me entendam, até pq eu nao dou e nunca dei satisfaçoes a respeito de nada, a nao ser aos meus pais. Isso será inevitável acontecer algumas vezes e realmente hoje me incomoda 1/100 do que me incomodava no inicio. Então, fica minha dica, não se deixe abater, é pior... só faça questão que seus pais respeitem sua decisao.

Essa semana vou indicar um livro e não uma música, "The Lucky One" do Nicholas Sparks (ainda sem tradução para o português) este é o novo livro do novelista nº1 em vendas atualmente, vários de seus livros já viraram filme como "Diário de uma paixão", "Carta de amor", "Um amor para recordar" e "Noites de tormenta". Nicholas escreve maravilhosamente, você acaba mergulhando na história e querendo chegar ao final ao mesmo tempo que não quer que acabe. Seus heróis são sempre homens fortes, decididos, determinados, apaixonantes e neste novo livro não é diferente, já estou apaixonada por Thibault. Para quem gosto de uma linda história de amor, tem um inglês até mesmo razoável, a leitura é fácil e dinâmica.

Ps. Meu retoque na txchuca deu certinho, estou com 20 e alguns pontos e tudo inchado, 10 dias de repouso parcial e um mes para voltar a vida normal. Da-lhe livros e dvds, aceito sugestões dos meus queridos leitores.

Ps²: Va Fa Napoli (foto e o título) expressão criada por Joey e usada por Rachel em "Friends", que em sua entonação e imaginação quer dizer "Vá se fu..." mas que na verdade não quer dizer absolutamente nada.

5 comentários:

Anônimo disse...

Sugiro "Mentiras no Divã", do Irvin D. Yalom. Aliás indico TODOS os livros do Yalom!
Tb indico "Infiel", da Ayaan Hirsi Ali e "O Guardião de Memórias", do Kim Edwards.

Abraço, sucesso e saúde!

Mulher Solteira disse...

Oi, Sarah! Tudo bem?
Pensei em te enviar um e-mail, mas como não achei nenhum endereço aqui no seu blog vai por comentário mesmo.
Vi o seu comentário no meu blog, vim conhecer o seu e fiquei impressionada com a sua história. Talvez por nunca ter conhecido ninguém que tenha sido "presenteado" na loteria como você! Curiosamente, esse ano assistir àquele filme XXY, muito bonito, e fiquei bastante sensibilizada. Você viu?
Bom, só queria te dar um oi e desejar que tudo dê certo em 2009! Já deu para perceber que você é uma menina especial!
P.S.: eu tb adoro o Irvin Yalom e endosso a sugestão de leitura do anônimo aí de cima. Outra leitura gostosinha são os livros da Maryan Keyes, você já deve ter ouvido falar: Melancia, Férias, Sushi, Casório, É agora ou nunca e Los Angeles (esse está nesse momento na cabeceira da minha cama).
Beijos,
Cris.

Ana Amelia disse...

Deve ser realmente complicado viver com os dois nomes - o quanto cada um deles - é, foi - importante pra nossa vida.... Beijo.

i.bras disse...

Ola Sarah
"Michele ", tbem da em modo feminino. Ca em França é um nome muito commum, mas seu nome é Sarah, ponto final !

Tempestade disse...

Voltando atrás e lendo!
Te desejo muita força e toda a felicidade, pois é especial!
Beijos Tempestuosos!

Related Posts with Thumbnails