domingo, 1 de março de 2009

Um conceito intrínseco


Eu sempre achei que num namoro se deveria contar tudo. Não que tenha que se tornar um tudo no sentido geral e amplo, como "to usando roupa preta e sapato amarelo" ou "estou indo comer uma coxinha" ou pior "vou ao banheiro", não, até pq esse tipo de atitude logo se torna um peso e um desgaste, afinal a individualidade deve ser mantida saudávelmente.

O "Tudo" que digo é em ter total confiança e não ter que inventar desculpas (ou mentir) para alguma coisa que tenha feito ou que vai fazer. No namoro é normal chatear e brigar, por coisas que eu fiz (e vice-versa) mas o pedido de perdão era verdadeiro e a confiança volta, na sua totalidade.

Crise dos 3 anos? Não sei, tinha ouvido na crise dos 7... Mas tenho me desapontado devido algumas de suas atitudes (ou falta delas) ou até mesmo com mentiras, pequenas, porem que me incomodam. É dificil ver que você nao conhece um lado da pessoa q vc acha que conhece tão bem, se pegar vendo um lado novo e não bom, me pergunto se conseguirei readquirir a confiança nas coisas que ele fala, visto que me disse q fala coisas sem senti-las (mesmo que seja com os outros, um dia pode ser pra mim)... se conseguirei não me tornar uma ciumenta possessiva ou daquelas que sempre está a espreita e imaginando que o namorado sai de casa e vai aprontar, ou q me esconde msg e ligaçoes no celular, ou pior, que marca encontros as escondidas com "amigas" e "ex-ficantes".

A confiança é o ato de deixar de analisar se um fato é ou não verdadeiro, entregando essa análise à fonte de onde provém a informação e simplesmente absorvendo-a.

O grau de confiança entre duas pessoas é determinado pela capacidade que elas têm de prever o comportamento uma da outra.

Como resolver isso? A rapidez na solução da desconfiança dependerá do grau de abertura existente entre nós, tenho medo... sinceramente nunca havia me sentido assim e é estranho, é amargo, e estou tendo que conhecer como reajo com essa insegurança. Por outro lado, não sei, temos tentado conversar, nos abrir, nos expôr, eu estou e sou transparente, nao menti e não omiti, mas nao consegui sentir o mesmo da parte dele... não sei se o tempo resolve/cura isso, ou se algumas atitudes dele, ou se até mesmo isso nao vai passar. São aquelas mentiras que ocorrem com relativa facilidade e que no futuro tornam-se novas e elaboradas mentiras para ocultação da verdade.

Resultado dessa bagunça toda? Sem comer e dormir descentemente há dez dias, -4kgs (ao menos isso acho q é bom né).

Ps. Intrínseco; refere-se a algo que está no interior de uma coisa e que é essencial para sua existência. Assim como a confiança está para o relacionamento.

4 comentários:

Tempestade disse...

Desejo à você tudo de melhor!
É complexo o lance da confiança, mas é um "mal"necessário em qualquer relação.
Tudo deve ser transparente!
Beijos Tempestuosos!

Amanda Rocha disse...

Oi Sarah!
Já faz um bom tempo que acompanho o seu blog e aprecio muito o que vc escreve, a sua honesidade com os seus sentimentos principalmente.
Agradeço por ter favoritado os meus blog e pelo comentário que deixou lá.
Desejo tudo de bom para vc!
Bjs.

Vivi disse...

então eu to meio no corre, mas fim de semana to sempre online. Precisamos conversar apareça.
beijooooooooooooooooo

Sarah disse...

Tempestade,
obrigada pelo apoio e tb acho, a força da confiança é essencial.


...........................
Amanda!
Voce tb escreve muitissimo bem! Me identifico em mtas coisas com vc, com meu passado. Saiba q vc ja é uma vencedora, por tdo q passa e enfrenta. Bjs e parabens!

.............................
Vivi!
Volta facu e as bolsas né rs
Boa sorte e nos falamos sim, pode deixar!

Related Posts with Thumbnails