terça-feira, 2 de junho de 2009

Ostentando a galhada

Quem dera esse fosse o apetrecho na minha cabeça...


Tem um ditado feminino que diz: São três as coisas das quais não podemos escapar na vida: os impostos, o chifre e a morte.

Posso dizer que não escapei das duas primeiras e certamente não escaparei da última.

Fui traída e assumo. Tudo bem, estavamos separados, 'um tempo', mas a partir do momento que decidimos voltar, ficar juntos e ele comeu outra, é um chifre, descobri e me confrontei com os dois, não em ato, mas, pouco importou.

Ai você me pergunta 'mas vc perdoou? voltou com ele?' foi difícil, está sendo difícil... se já não é facil resgatar um namoro, imagine com uma traição logo nas semanas inicias da volta. Mas, após um tempo, insistentes pedidos de perdão, de assumir os erros, resolvi dar uma nova chance a essa relação que tanta história e sentimento têm.

Pra quem me conhece, sabe o quão brava eu sou, irritada, estressadinha, sou das que buzinam no trânsito, reclama do cigarro no restaurante, do refrigerante quente e da demora na fila do banco. Mas, nessa situação minha reação foi de choque, de calma e de extrema tranquilidade. Obviamente, após algumas horas, aquilo tudo veio em lágrimas, dor, raiva, ódio, indiferença, uma miscelânea de sentimentos por dias, semanas...

meses... pois achei que passados alguns, com a convivência, com as satisfações e demonstrações de carinho, que tudo iria se reestabelecer e a confiança voltaria. Mas vejo que foi uma doce ilusão (ao menos por enquanto).

Sonhos (pesadelos) que atormentam, que mostram novas artemanhas e traições dele, e que novamente eu venho a descobrir... e ao acordar, estar com aquele gosto amargo na boca e o veneno nas veias. Saber que o melhor amigo dele de faculdade, que tem namorada, é um galinha, que dá corda e marca saídas as escondidas para 'galhar' a coitada (q eu conheço)...



Na próxima, vandalizo e ainda chamo as amigas pra registrarem

Tentar conversar e discutir o assunto? É pior, visto que remoendo algo que foi perdoado, o mesmo perde a validade, perde o perdão. O que é falado é lembrado, e o que as vezes pra ele já está encerrado, pode reaquecer e eu me tornar a chata, a ciumenta da história.

Me resta ser forte, manter a guarda e ficar de olho (sem ser neurótica) e claro, confiar em mim. Mas ele sabe e eu sei, que essa é a última chance, se ele for me trair novamente, que faça bem feito e nao deixe rastros, pq se eu descubro de novo, é como dizem: Não brinque com uma mulher traída.


CoisalindademeuD´us

6 comentários:

Luh disse...

Lindona!!!
Já passei por isso! Não é fácil. Posso ser boazinha e deixar vc acreditar que vai dar certo e posso ser realista e mázinha e dizer que vai ser perda de tempo você passar por isso.Não só as mulheres, como qualquer ser humano inseguro é chato! Não só ficamos chatas, como ficamos insuportáveis! Porque? Por perdemos a confinça, que como diz o velho ditado, é difícil de conquistar, mas fácil de perder. Isso não quer dizer que você seja neurótica e ele vai ter que conviver com isso pois foi uma sementinha que ele plantou!!!!Então no final ou você vai até o fim, paga pra ver! Ou você analisa se realmente vale a pena insitir e continuar cultivando seus galhinhos!!Geralmente nossa teimosia fala mais alto, mas aí é com você! Boa sorte !

beijinhoss!!!!

Tempestade disse...

Boa sorte!
Mas não seria melhor pensar se realmente vale a pena???
Beijos Tempestuosos!

Sarah disse...

Lu e Lê!
olha, dificil meninas... realmente eu tenho tentado, me esforçado... vamos ver oq da! Eu nao digo 'nunca' pq ja vi esse mundo dar voltas absurdas! To vivendo, um dia após o outro!
Beijos

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Mais difícil que a traição é o perdão. Sei como é. Eu e meu namorado demos o famoso "tempo" por pedido meu e o que aconetceu? Ele se apaixonou por outra. Resumo, me traiu com ela quando voltamos. Mas depois veio aquela hsitória de você é que amo e bla bla bla. Estamos juntos até hoje, mas a verdade é que sempre há uma pulga, mas eu nem ligo, ser traída qualquer um pode. O fato de ter acontecido uma vez não é parâmetro para nada. Então, desencanei há muito tempo e viajo com as amigas e vivo minha vida numa boa, sem ciúmes.

Beijocasssss

Amanda Rocha disse...

Sarah
Se vc resolveu perdoá-lo é pq gosta muito dele e acredita que esse relacionamento pode ir pra frente, então acho que vc está certa. Pode parecer um pouco piegas, mas tem horas em que deve-se seguir o nosso coração.
Estou torcendo por vc!
A propósito adorei a foto do outdoor da mulher traída, rsrs
Bjs.

Anne disse...

Nossa, eu acabei de descobri uma traição. E tenho o mesmo perfil que vc, estressadinha e tive a mesma reação: choque, fiquei a anestesiada, não conseguia chorar, não conseguia sentir raiva. E ainda hoje, duas semanas depois, não sei o que sentir.
Perdoei, ele já está diferente comigo, melhor, bem melhor. É como aquela música "Vamos começar de onde já caímos, tudo novo de novo". Dizem que quem é traída uma vez não tem culpa e quem foi traída de novo é completamente culpada...
Então vamos lá... com dor no peito e muito desconfiada...

Related Posts with Thumbnails